Categories: Principais Notícias

10 CURIOSIDADES SOBRE ROUND 6

ads

ads

Round 6, ou Squid Game no original, vem sendo
um dos assuntos mais falados dos últimos dias.

A série sul-coreana conta a história
de um grupo de pessoas completamente endividadas que participam de um jogo onde você sai milionário…
ou morto. O conteúdo estreou no catálogo da Netflix

no dia 17 de setembro e já figura entre os mais vistos em vários países, incluindo
é claro, o Brasil. E sério, muita coisa já bombou na plataforma de streaming nos
últimos anos, como Stranger Things e La Casa de Papel, mas o sucesso de Round 6 pode ser
completamente sem precedentes. Quer entender isso?

Então vem com a gente, que preparamos
um vídeo com 10 curiosidades a respeito da produção. 10 – Roteiro Durante a coletiva de imprensa de Round 6,
o diretor Hwang Dong-hyuk revelou que escreveu o roteiro da série há 13 anos atrás, lá
em 2008.

Nesse ano, o diretor estava como muitas dívidas, assim como os 456 participantes
de Round 6. Isso o levou a pensar: “Se houvesse um jogo como este, eu teria participado dele”.

O roteiro de Round 6 foi concluído em 2009.
No entanto, foi difícil atrair investidores e atores porque, 12 anos atrás, o gênero
e o enredo de Round 6 eram considerados brutais demais, fugindo muito do convencional.

Porém, com mais de uma década modificando
o entretenimento e a forma como o consumidor enxerga as produções, o roteiro que antes
era considerado bizarro e violento, agora recebia outros adjetivos dos estúdios: identificável
e intrigante.

Como resultado, Hwang começou a expandir o roteiro de Round 6 em 2019. E,
graças à Netflix, pudemos ver a visão do diretor ganhar vida. 9 – Os Uniformes Se tivéssemos que escolher duas cores para
definir Round 6, elas seriam verde e rosa.

O diretor Hwang Dong-hyuk vestiu os participantes
com roupas de ginástica verdes, pois isso o lembrava do que os alunos coreanos do ensino
médio usavam quando ele era jovem.

Para dar um bom contraste de cores, os soldados
foram vestidos de rosa choque, que é a cor diretamente oposta ao verde na Roda de Cores.

O resultado não é apenas visualmente atraente, mas também deixa claro que os dois grupos
estão em times opostos.

Related Post

Curiosamente, o rosa é usado para provocar medo em Round 6. Além
dos uniformes rosa dos soldados, o corredor entre o dormitório e a arena de jogo também
é rosa.

Além disso, vestir os participantes e soldados
com uniformes da mesma cor apaga simbolicamente sua individualidade e identidade.

Outra coisa
que adiciona a esse elemento de anonimato é o uso de números em vez de nomes.

Ao chamar
os participantes e soldados por seus números designados, isso significa que o sistema rouba
sua identidade.

8 – A estrutura do Formigueiro Em um formigueiro, as formigas seguem uma
estrutura onde suas funções e atribuições são claramente delineadas. No entanto, do
lado de fora, as formigas parece indistinguíveis umas das outras.

Hwang disse ter se inspirado
nisso ao projetar os uniformes dos soldados.

Embora todos os soldados usem as mesmas roupas,
as formas desenhadas nas máscaras são diferentes.

Alguns tem um círculo desenhado em suas máscaras,
enquanto outros tem um triângulo ou um quadrado.

O círculo representa os trabalhadores, o
triângulo representa os soldados e o quadrado representa os gerentes. No Round 6, trabalhadores,
soldados e gerentes apenas realizam suas próprias tarefas e nada mais.

Caso contrário, eles
seriam mortos a tiros. 7 – As pinturas nas paredes do dormitório
prenunciam os jogos No início, havia muitos leitos cobrindo as
paredes do dormitório, mas à medida que mais participantes morriam, o número de leitos
diminuía. Escondidas atrás das camas estavam pinturas que mostravam os jogos que seriam
realizados. Com apenas três participantes e três camas
restantes no episódio oito, as pinturas nas paredes do dormitório tornaram-se aparentes. Este detalhe de design de cenário impressionou
muitos espectadores. À primeira vista, essas pinturas se assemelham a ilustrações de
um livro infantil, o que tornava fácil descartá-las sem pensar muito. No entanto, as pinturas
nas paredes do dormitório foram, na verdade, pistas importantes que poderiam ter ajudado
os participantes a vencer. Talvez o Jogador 111 devesse ter apreciado o ambiente um pouco
melhor. 6- As escadas são inspiradas em “Relatividade”
de M. C. Escher No episódio um, uma tomada de cima para baixo
das escadas coloridas e desorientadoras impressionou os espectadores e criou uma atmosfera inquietante. O diretor revelou que foi inspirado por uma
impressão litográfica do artista holandês M.C. Escher. A impressão litográfica é
uma das mais famosas de Escher, intitulada “Relatividade” e ilustra um mundo onde as
leis da gravidade são diferentes do mundo real. Em “Relatividade”, há um total de sete escadas
dispostas de uma maneira estonteante. Isso é semelhante ao projeto de escada complexa
e corredores labirintos de Round 6. 5 – 456 pessoas realmente participaram do
primeiro jogo No início de Round 6, havia um total de 456
participantes no jogo. E esses participantes foram todos interpretados por atores reais.
Sério, não tem nada de computação gráfica ali. Hwang foi inflexível em minimizar o uso de
CG, o que significa que a maioria dos cenários foi criada e construída de forma prática.
Lee Jung-jae, o ator veterano que interpretou Gi-hun em Round 6, ficou surpreso quando viu
como os cenários eram em grande escala na vida real. Ao construir cenários enormes e filmar com
pessoas reais, o diretor garantiu que o drama fosse retratado da maneira mais realista.
O elenco pôde interagir com os sets físicos e dar uma atuação autêntica. 4 – A música evoca familiaridade em um mundo
desconhecido Muitas vezes, dramas com cenas violentas contam
com uma trilha sonora dramática para aumentar a tensão. Mas Jung Jae-il, o diretor de música
de Round 6, usou uma música suave para transmitir conforto em um mundo de jogos terríveis. Você deve ter reconhecido algumas das músicas
usadas na série, como Fly Me to the Moon de Frank Sinatra e The Blue Danube de Johann
Strauss II. Embora a música em si seja calmante, ela fornece um contraste chocante contra o
mundo de sangue, brutalidade e morte em Round 6. A maneira como as músicas conhecidas são
manipuladas para incitar o terror é semelhante à maneira como os divertidos jogos infantis
foram distorcidos para provocar a morte. Além disso, instrumentos familiares como o gravador
foram usados na música do jogo. Portanto, o contraste entre a realidade implacável
e a música sentimental não apenas provoca inquietação, mas também retrata a agitação
das emoções dos personagens enquanto eles se envolvem em jogos de vida ou morte. 3 – O nome de Oh Il-nam poderia ter sido a
maior dica Em coreano, o nome de Oh Il-nam significa
literalmente “homem número um”. O nome de Oh Il-nam está ligado ao seu número designado,
001. Esta poderia ter sido a maneira do diretor de prenunciar o cérebro do Round 6. Oh Il-nam
não é apenas o primeiro participante do Round 6, mas também ocupa o primeiro lugar
em termos de riqueza e poder. Outra dica é mostrada no primeiro episódio
da série. Se você olhar de perto, Oh Il-nam não foi detectado pela garota animatrônica
no jogo “Luz Vermelha, Luz Verde”. Você pode ver como ele não estava delineado em
verde quando a garota animatrônica examina a multidão. 2 – Polêmica envolvendo um suposto plágio Claro que com tanto sucesso e chamando uma
atenção tão grande, Round 6 não ficaria longe de algumas polêmicas. E a maior delas
diz que a história sul-coreana tem algumas similaridades com o filme japonês As the
Gods Will , de 2014, do renomado diretor Takashi Miike. As semelhanças começam nas premissas de
cada obra. O filme acompanha um grupo de estudantes de ensino médio, forçados a participar de
um jogo infantil que pune com a morte quem perder. Já a série da Netflix mostra pessoas
falidas e desesperadas por dinheiro em um jogo que se baseia em brincadeiras infantis
mortais para afunilar seus participantes. Além disso, fãs do diretor japonês apontaram
diversas semelhanças entre os elementos visuais de cada obra. No entanto, o diretor Hwang Dong-hyuk não
se abalou com as acusações de plágio, dizendo que desenvolveu a história de Round 6 entre
2008 e 2009, muito antes da estreia do filme de Takashi Miike. 1 – O maior sucesso da Netflix? Durante uma palestra na Code Conference, em
Bervely Hills, Ted Sarandos, chefe de programação da Netflix, confirmou o sucesso de Round 6.
Ele afirma que, “caso os números de suas primeiras semanas se mantenham firmes”, a
produção sul-coreana pode se tornar o maior sucesso de toda a história da plataforma. A Netflix mede o sucesso de suas produções
de acordo com o número de acesso em diferentes contas. Quanto mais diferentes assinaturas
acompanharem o conteúdo, maior é o número divulgado. Atualmente, a série original mais
vista da plataforma é Bridgerton, que teve, em sua primeira temporada, 82 milhões de
espectadores. É esperado que Round 6 supere esse número em breve. Apesar do sucesso, o diretor Hwang Dong-hyuk
falou em entrevista para a Variety que não tem intenção de continuar com a produção
em uma segunda temporada. Ele declarou que “não esperava” um sucesso tão grande e que
uma continuação “soa cansativo”. Portanto, é pouco provável que aconteça uma segunda
temporada de Round 6.

Não perca tempo, faça sua formação online!

ads
Seu informativo Premium

Últimas notícias do Brasil e do mundo, sobre política, economia, emprego, educação, saúde, meio ambiente, tecnologia, ciência, cultura e carros.

Recent Posts

Dicas de Iluminação de Emergência para Casas e Prédios

Em situações de emergência, a iluminação é um componente vital para a segurança das pessoas… Read More

4 semanas ago

Como adquirir um bom sistema de transporte para a sua empresa?

Como adquirir um bom sistema de transporte para a sua empresa? Nem todos os negócios… Read More

2 meses ago

Curiosidades sobre o Mundo da Arquitetura

Arquitetura é uma arte antiga que remonta às primeiras civilizações. A arquitetura é o projeto… Read More

2 meses ago

Morre Marília Mendonça, aos 26 anos

ÇA AOS 26 ANOS ELA ESTAVA EM UM AVIÃO BIMOTOR QUE CAIU A TARDE NA… Read More

9 meses ago

Famosos lamentam morte de Marília Mendonça

FILHINHO DE PÉ. AMIGOS ARTISTAS E PARCEIROS DE PALCO DE MARÍLIA LAMENTARAM A MORTE DA… Read More

9 meses ago

Câncer de mama: Mitos e Verdades

Olá, eu sou Priscila Santos, eu sou médica mastologista aqui do Instituto Amato. Hoje nós… Read More

10 meses ago
ads